Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me:
música: velha infancia - tribalistas

publicado por miguel_sousa às 18:10
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...
música: lady - modjo

publicado por miguel_sousa às 07:50
link do post | comentar | favorito
Domingo, 4 de Janeiro de 2009

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: Em péssimo estado...
música: Gutto & Diana - I miss you

publicado por miguel_sousa às 08:45
link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Janeiro de 2009

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: Desapontado...
música: MADONNA MILES AWAY

publicado por miguel_sousa às 07:35
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: Desiludido com a vida...
música: Ayo - Only You

publicado por miguel_sousa às 05:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009

Uma música em que a letra diz tudo...

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

Esta é a minha prenda para todos quantos me tem acompanhado ao longo deste anos.

Neste novo ano que começa agora, faço votos para que tenha tudo de bom, e que o pior de 2009 seja o melhor de 2008.

Ando cansado... A pensar seriamente em acabar com o blog...

Vamos ver...

De qualquer forma, aqui fica o meu muito obrigado.

Beijos e Abraços

sinto-me: desapontado com a vida...

publicado por miguel_sousa às 17:44
link do post | comentar | favorito

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

Foi sem dúvida alguma a pior passagem de ano da minha vida...

Passei toda a noite a pensar em ti...

Tenho saudades tuas princesa!

 

 

sinto-me: Muito triste...
música: Mary J. Blige sorry seems to be the hardest word

publicado por miguel_sousa às 17:07
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Quem sabe um dia...

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Queria sorrir de novo e mostrar no meu rosto
O complemento da minha alegria interior…mas...
Hoje mais uma vez sinto-me triste
Tudo ao meu redor se encontra bem e feliz…
E eu sinto-me isolado, um caso diferente do normal.
Sinto-me como um cão abandonado e desiludido
Onde espera desesperadamente por um carinho…

Hoje sinto a vida a passar como um comboio a grande velocidade
E mais uma vez, não me sinto capaz de o apanhar e seguir com ele….
O desânimo e o cansaço impedem-me de o fazer…
Amanhã tentarei apanha-lo, mas como tem sido ultimamente…
Não chegarei a tempo de ir com ele…

Quem sabe um dia… destes…

sinto-me: triste...
música: Craig David - Walking Away (US Version)

publicado por miguel_sousa às 05:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

Na busca do amor...

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Leva-me contigo…
Nada faz sentido…
Mostra-me o caminho….
Porque tudo está perdido….

Leva-me no ar..
Onde só tu podes chegar…
Flutuar sobre o mar.
Como um pássaro a voar…

Leva-me a sonhar…
Para mais tarde recordar…
Para sempre lembrar…
Para sempre amar….

Leva-me por favor…
Na busca do amor….
Ando sempre em terror…
Com o meu coração sofredor…

sinto-me: triste...
música: Duce Pontes - Indios da meia praia

publicado por miguel_sousa às 03:56
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

Uma nova ilusão...

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Uma lágrima cai sem destino
Num rosto amargurado
Derrama dor sem aviso
Sinal de um amor terminado

O fim de um sonho vivido,
Onde a magia simplesmente acabou
Onde tudo foi demasiadamente sentido
E que agora apenas o vazio ficou.

A angústia das horas a passar
Reflectidas no palpitar do coração
Sinal da dificuldade em aceitar
A mudança para esta nova situação.

Novas lágrimas voltarão a correr
Durante momentos de recordação.
Enquanto o tempo não voltar a trazer
O colorido de uma nova ilusão.

sinto-me: muito triste...
música: Eric Clapton-Someone Like You

publicado por miguel_sousa às 07:51
link do post | comentar | favorito
Domingo, 28 de Dezembro de 2008

Sonhei com um amor verdadeiro...

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Construí um castelo encantado
Com portas, janelas, telhado,
Muito amor, dedicação…
Um dia veio uma onda,
Na areia ficaram as marcas
Das feridas do meu coração.

Desenhei uma nuvem no céu
Com pedaços de ti, que és minha
Sorrisos, olhares e amor!
Veio então a ventania
Logo depois uma agonia
E só restou a dor.

Sonhei com um amor verdadeiro
Que seria único e primeiro,
Que nos alimentaríamos só de paixão!
Acordei então de repente,
E vi que a vida que tinha à frente
Não passava de ilusão!

sinto-me: triste...
música: Mafalda Veiga - Cada Lugar Teu

publicado por miguel_sousa às 08:46
link do post | comentar | favorito
Sábado, 27 de Dezembro de 2008

Sinto-me só...

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Sinto-me só...
Tu, tão longe de mim...
No coração a saudade,
Na minha mente lembranças
De tempos de felicidade.

Sinto-me só...
Tu, tão longe de mim...
E este amor que aumenta,
Vai ficando mais forte, mais triste
Porque a saudade atormenta...

E estou só...
E chamo-te, chamo por ti!
Mas tu, tão longe de mim...
Não me ouves...
E tudo continua assim...
E fico só...

sinto-me: triste...
música: Susana Félix - Amanhecer

publicado por miguel_sousa às 08:41
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

A minha poesia é tua...

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Esta noite nada é o que parece,
o que parecia eterno, hoje carece...
Esta noite a lua não é lua
e a sua luz é tão escura...
...por isso escrevo em penumbra.

Ela perdeu a sua grandeza,
o que antes era alegria, hoje é tristeza...
Esta noite o meu querer é perder
e seu amor acabou...
...por isso escrevo sem fé.

Esta noite será para sempre
o que mais quero perde-se...
Esta noite minha alma não respira
e a sua luz está ferida...
...por isso escrevo sem vida.

Esta noite nada parece o que é,
o que parecia eterno, acabou...
esta noite a lua me tortura
e o meu amor ainda perdura...
por isso a minha poesia é tua.

 

Amo@te muito melguinha!!!

sinto-me: muito triste...
música: Mariza - Há palavras que nos beijam

publicado por miguel_sousa às 03:19
link do post | comentar | favorito

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...
música: PEDRO ABRUNHOSA / ILUMINA-ME

publicado por miguel_sousa às 01:16
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...
música: U2 - It's Christmas (Baby Please Come Home)

publicado por miguel_sousa às 02:01
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...
música: Classificados - Um segredo fechado

publicado por miguel_sousa às 07:08
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...
música: Klepht - Por Uma Noite

publicado por miguel_sousa às 09:06
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...
música: VOCÊ É LINDA - CAETANO VELOSO

publicado por miguel_sousa às 10:16
link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me:
música: Rui Veloso - Não Invoquem o Amor em Vão

publicado por miguel_sousa às 08:29
link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Dezembro de 2008

Deixe brilhar a Alma

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Era uma vez um rei que tinha 4 esposas. Ele amava a 4a esposa demais e, por isso, vivia dando-lhe lindos presentes, jóias e roupas caras. Ele dava-lhe de tudo e sempre do melhor. Ele também amava muito sua 3a esposa e gostava de exibi-la aos reinados vizinhos. Contudo, ele tinha medo que um dia, ela o deixasse por outro rei. Ele também amava sua 2a esposa. Ela era sua confidente e estava sempre pronta para ele, com amabilidade e paciência. Sempre que o rei tinha que enfrentar um problema, ele confiava nela, para atravessar esses tempos de dificuldade. A 1a esposa era uma parceira muito leal e fazia tudo que estava ao seu alcance para manter o rei muito Rico e Poderoso, ele e o reino. Mas ele não amava a 1a esposa, e apesar dela o amar profundamente, ele mal tomava conhecimento dela. Um dia o rei caiu doente e percebeu que seu fim estava próximo. Ele pensou em toda a luxúria da sua vida e ponderou: "É.... agora eu tenho 4 esposas comigo, mas quando eu morrer, eu ficarei sozinho....". Então ele perguntou a 4º esposa: - "Eu te amei tanto, querida. A cobri das mais finas roupas e jóias. Mostrei o quanto eu a amava, cuidando bem de você. Agora que eu estou morrendo, você é capaz de morrer comigo, para não me deixar sozinho?" "De jeito nenhum!" respondeu a 4a esposa e saiu do quarto sem sequer olhar para trás. A resposta que ela deu cortou o coração do rei como se fosse uma faca afiada. Tristemente, o rei então perguntou a 3a esposa: "Eu também a amei tanto a vida inteira. Agora que eu estou morrendo, você é capaz de morrer comigo, para não me deixar sozinho?" "Não!!", respondeu a 3a esposa. "A vida é boa demais!!!!! Quando você morrer, eu vou é casar de novo..." O coração do rei sangrou e gelou de tanta dor. Ele perguntou, então, à 2a esposa: "Eu sempre recorri a você quando precisei de ajuda e você sempre esteve ao meu lado. Quando eu morrer, você será capaz de morrer comigo, para me fazer companhia?" "Sinto muito, mas desta vez, eu não posso fazer, o que você me pede!" Respondeu a 2a esposa. O máximo que eu posso fazer é enterrar você. Essa resposta veio como um trovão na cabeça do rei e ele ficou arrasado. Então uma voz se fez ouvir: "Eu partirei com você e o seguirei por onde for." "O rei levantou os olhos e lá estava a sua 1a esposa, tão magrinha, tão mal nutrida, tão sofrida. Com o coração partido, o rei falou: "Eu deveria ter cuidado muito melhor de você, enquanto eu ainda podia." Na Verdade nós todos temos 4 esposas nas nossas vidas. Nossa 4a esposa é o nosso corpo. Apesar de todos os esforços que fazemos para mantê-lo saudável e bonito ele nos deixará quando morrermos. Nossa 3a esposa são as nossas posses, as nossas propriedades, a nossa riquezas. Quando morremos, tudo isso vai para os outros. Nossa 2a esposa é nossa família e nossos amigos. Apesar de nos amarem muito e estarem sempre nos apoiando, o máximo que eles podem fazer é nos enterrar. E nossa 1a esposa é a nossa ALMA muitas vezes deixada de lado por perseguirmos, durante a vida toda, a Riqueza, o Poder e os Prazeres do nosso ego. Apesar de tudo, nossa Alma é a única coisa que sempre irá connosco, não importa onde formos.

Então, Cultive... Fortaleça... Bendiga... Enobreça sua alma agora!! É o maior presente que você pode dar ao mundo...

Deixe-a Brilhar!!!

sinto-me: triste...
música: The Killers- Human

publicado por miguel_sousa às 10:51
link do post | comentar | favorito

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me:
música: Boss AC ft. Mariza-Alguém Me Ouviu

publicado por miguel_sousa às 07:24
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me:
música: Are you in - Incubus

publicado por miguel_sousa às 10:19
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008

Dias Complicados Parte III

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

Por aqui vou continuando a antever o que está por vir.

Mais uma etapa, desta vez a mais dificil...

Dia 26 de Dezembro, dia de aniversário da mulher que amo. Aquela que muito me ensinou. Aquela que muito fez por mim. Aquela que esteve presente nos melhores momentos da minha vida. Aquela que considero a Melhor Mulher do Mundo. Linda por fora, mas mais importante, mais linda ainda por dentro.

Apareceu na minha vida como se de um anjo se tratasse, na altura em que eu mais precisava. Conhecia-a no hotel onde trabalhei durante mais de 9 anos.

Nunca tinha conhecido ninguém assim. Sabem quando nós falamos na nossa Alma Gêmea? Ela para mim é isso mesmo. Completa-me. Poucos ao longo da vida tem a sorte de encontrar a sua. Eu tive essa sorte. Infelizmente nem tudo é perfeito.

Tivemos uma história de amor de que poucos se podem gabar de ter tido.

Lembras-te do que eu te disse um dia Princesa?

Sem te sentir feliz não posso estar bem, não posso sentir a alegria ao desfrutar das coisas da vida. Se não sentir que te trago alegria a cada momento que estamos juntos, ou separados, não vale a pena o sol continuar a brilhar...

Quero o melhor para ti, o melhor que o mundo tiver para te oferecer.

Da minha parte sempre tentei dar-te tudo o que tinha. Oferecer-te o melhor que há em mim...

Sempre foi bom poder partilhar tudo contigo...com amor, com carinho...

Lamento não ter sido capaz de ter sido sempre perfeito...

Desculpa por tudo...

Desculpa por te ter conhecido e ficado feliz ao ouvir a tua voz pela primeira vez. Desculpa por me ter identificado contigo e por te entender. Desculpa por querer estar sempre presente na tua vida e querer participar no teu dia-a-dia. Desculpa por querer impor os meus pensamentos para te incentivar. Desculpa  por querer dar-te o meu ombro amigo e não perceber que te sufocava com as minhas preocupações. Desculpa por sofrer junto contigo. Desculpa por te telefonar, sem imaginar que te incomodaria. Desculpa por gostar dos teus beijos. Desculpa por me sentir feliz ao teu lado e por achar que também te estava fazendo feliz. Desculpa por não corresponder às tuas expectativas. Desculpa por não ser o homem que tu sonhavas. Desculpa se de alguma forma te fiz ou ainda faço sofrer. Desculpa por sonhar um sonho que era só meu. Mas desculpa-me mais ainda por te amar demais.

Não quero nem pensar como vai ser o dia 26 de Dezembro.

Habituei-me nos ultimos 4 anos a ser a primeira pesssoa a desejar-te um Feliz Natal e a dar-te os parabéns no teu dia de anos. A minha tristeza é tão grande que este ano nem tive coragem de fazer a árvore de natal. Sempre a fizémos juntos. Era um momento único, especial...

Enfim... Não está fácil esta minha vida... Dias complicados se avizinham... Mas de uma coisa eu tenho a certeza... do meu amor por ti! Amo@te ainda mais hoje que no inicio. És tudo para mim!!!

 

Nos próximos dias irei começar a publicar aquela que foi a nossa história de amor. Sei que ainda te lembras bem de tudo, mas apetece-me recordar. Sinto a necessidade de desabafar. De falar com alguém. Como não tenho ninguém, vou fazê-lo por aqui. Dei-lhe o titulo de Retratos de um grande Amor.

 

 

 

sinto-me: triste...
música: Doce Solidão - Marcelo Camelo

publicado por miguel_sousa às 10:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me:
música: Ne- Yo - Miss Independent

publicado por miguel_sousa às 10:16
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: tristonho...
música: Bono & Alicia Keys, Don't Give Up Africa

publicado por miguel_sousa às 11:12
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

Mais uma de Damien Rice

Linda esta música princesa...

Claro que não tão linda como tu.

sinto-me: em baixo...
música: Damien Rice - Eskimo

publicado por miguel_sousa às 09:35
link do post | comentar | favorito

Dias complicados...

 


 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Estes últimos meses não tem sido nada fáceis...

 

De um momento para o outro a minha vida ruiu totalmente.

 

Até Março deste ano, poderia dizer que era um homem feliz, se é que existe o conceito de felicidade. Mas a partir dai tudo começou a desmoronar como um castelo de cartas.

 

Perdi a mulher que ainda amo, perdi algumas pessoas que julgava serem amigos, perdi o emprego, perdi a vontade de viver, perdi tudo...

 

Em relação ao emprego, ainda não compreendo muito o que se passou. Foi precisamente na altura em eu mais precisava de ajuda, após o termino da minha relação, que algumas pessoas, entre elas o meu ex-patrão, em vez de me darem a mão para ajudar, não. Pelo contrário. Colocaram o pé em cima para enterrar ainda mais.

 

Trabalhei mais de 9 anos naquela empresa. Cheguei a ir trabalhar com entorses, de muletas, com dedos da mão partidos. Nunca em todos esses anos meti uma baixa médica. Contam-se pelos dedos de uma só mão, as vezes que só por motivos de força maior não fui trabalhar.

 

No que diz respeito aos colegas pouquissimas foram as vezes em que me pediram algo em troca e eu não estive disponivel. De que me serviu? De nada...Foram esses mesmos colegas que agoram e na altura me acusam de que eu não andava bem. Que resmungava por tudo e por nada, até mesmo com alguns clientes. Que me acusaram na cara, de que após a minha separação nunca mais fui o mesmo. Não o nego. Foram momentos dificeis.

 

Mas aquilo que me custou mais, foi em relação ao meu ex-patrão. Eu até aceito e compreendo que ele tenha sido obrigado a esta decisão por causa de um filho mimado, invejoso e ciúmento, que ao longo de vários anos tudo fez para que eu fosse mandado embora. A minha relação com o resto da familia sempre foi bastante boa e ele nunca gostou muito disso. Tinha ciumes de eu passar longas horas falando com a minha ex-patroa (sua mãe) e de ser sempre defendido quer pelo pai quer pela mãe quer até pela irmã. Em relação à sua mãe, é uma pessoa que sempre me ajudou e que gosto bastante.

 

O meu ex-patrão é uma pessoa que apesar de tudo ainda admiro bastante. É daquelas pessoas que tem sempre uma palavra a dar sobre qualquer assunto. Está sempre informado seja daquilo que fôr. Além disso é um excelente contador de histórias. Passávamos horas com ele relatando histórias por que passou ao longo da sua vida. Tinha przer nisso. É uma pesssoa lutadora, que em novo, chegou a abandonar o país, indo para o estrangeiro à procura de uma vida melhor. Sabe o que custou a vida. É humilde. É humano. Antes de ser patrão foi empregado.

 

Por isso estranho a sua atitude para comigo.

 

Sai daquela empresa sem ser compensado financeiramente pelos mais de 9 anos que lá trabalhei. Poderia ter lutado, ir ao sindicato, ir para tribunal de trabalho, meter advogados. teria sempre a razão do meu lado e não perderia nenhum dos meus direitos. Mas não andava bem psicológicamente e optei por não o fazer. para não não arranjar mais problemas.

 

E é por isso que eu digo. Ele até poderia ter sido obrigado a fazer o que fiz, mas tinha o dever pelo menos moral de me pagar aquilo que era meu por direito. Não o fez. Saí daquela empresa sem nada. Foi um tempo da minha vida que passou. Fiquei desiludido com ele. Admirava-o e ainda ainda admiro. Acho que não ficou mais rico com essa atitude, mas seguramente para além de uma má acção eu fiquei mais pobre. Não lhe guardo qualquer tipo de rancor. Não sou vingativo. Não gosto de falar mal de ninguém. Posso dizer que em todos estes anos de trabalho nunca falei mal de nenhum dos meus colegas. E soube por vezes, que alguns deles falavam mal de mim. Nunca me importei. Alguns tinha inveja da excelente relação que tinha com os patrões e com a filha. Diziam que era graxa. Nunca o foi. Eu quando gosto de alguém e quando penso que gostam de mim, sou possuidor, tal como diz o mestro António Vitorino d'Almeida, de uma maizade canina.

 

Enfim...

 

Aproximam-se dias complicados. 24, 25 e 26 de Dezembro. 25 porque é natal, pois claro, e porque foi por esta data que perdi primeiro o meu avô e depois a minha avó. Por eles fui criado e eles foram os meus verdadeiros pais.

 

A minha verdadeira mãe se passar por ela na rua não a conheço. O meu pai, nunca soube o que foi ser pai e dificilmente poderei contar com ele. Estou reduzido a uma tia, ao mesmo tempo madrinha que em abono da verdade, não faz mais por mim porque não pode.

 

24 e 26 por serem datas de aniversário das pessoas que mais me ajudaram nos últimos anos, de quem neste momento estou afastado e de quem tenho bastantes saudades.

 

Estou triste... estou sozinho...

 

Vão ser dias complicados...

 

É melhor nem pensar...

 

ESTOU A PRECISAR DE UM SIMPLES ABRAÇO...

DE UM BEIJO...

DE UM CARINHO...

 

(CONT.)

sinto-me: Bastante em baixo...
música: pela luz dos olhos teus, miucha e antónio carlos jobim

publicado por miguel_sousa às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Sempre pensando em ti...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

Todas as vezes
que o calor da vida te acolher,
o sol, o brilho da lua,
o prato de sopa quentinho,
o Hambúrguer bem passado,
o suor do trabalho,
o descanso merecido,
o sol da manhã,
o sorriso de crianças,
o brilho de um olhar mesmo cansado...

Um abraço amigo,
Uma piada,
Tudo o que fizer parte do teu dia,
Tudo o que te acolher de surpresa,
Mesmo tudo o que te desagradar,
Lembra-te que estarei pensando em ti...
em todos esses momentos,
De alegria,
De angustia,
De dor,
De felicidade,
De orgulho,
Todos os momentos da vida que te cerca,
Pois também sou vida,
Sou vibração,
sou alegria,
sou amor,
Sou lágrima,
sou desapontamento,
Sou tudo ao teu redor,

Sou aquele que mesmo à distância,

te ama,
ama-te de alma e coração.
Pensa em mim sempre.
Pois sempre estarei pensando em ti.

 

Amo@te muito melguinha...

sinto-me: em baixo...
música: T-pain ft Lil Wayne - Cant believe it

publicado por miguel_sousa às 08:26
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Música do dia

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...
música: Jeff Buckley - Lover, you should've come over

publicado por miguel_sousa às 08:31
link do post | comentar | favorito
Domingo, 30 de Novembro de 2008

O Amor é um convite...

 

 

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE
 
 
 
O amor é a razão de ser do ser humano, a que lhe dá sentido.
Um ser que sonha, que ama e que não pode viver sem sonhar nem amar está preparado para as mais terríveis provações, adapta-se a tudo, mas não pode viver sem sentido. Todos os dias oiço histórias de amor. Belas, belíssimas histórias, inscritas nas estrelas que brilham no céu dos amantes.
Têm desejo, fantasia, canções que tocam na rádio só para eles, cheiram a mar, a flores, a roupa lavada, têm frases de livros, brincadeiras e tolices, mistérios e segredos, cortesia e abandono, beijos roubados, suspiros e lágrimas...
Histórias que têm alegria e dor, esquecem o tempo, perdem-se no espaço, erguem muros, derrubam barreiras, vivem de esperança, ganham batalhas, desenham corações, há piscar de olhos, cumplicidade, hormonas aos gritos, companheirismo, bombons, nostalgia, conflito e intimidade, perdas e lutos, feridas...
Mas também há espaço para o ressentimento, para a mágoa, a loucura, a saudade, abraços e confiança, mensagens escritas, conversas informatizadas, velas, novelas mexicanas, filmes candidatos a Óscar, romances impossíveis, gostos, desgostos, silêncio, conforto, vazio, tolerância... A esses, juntam-se ainda inocência, incoerência, pele, aconchego, meiguice, riso, tragédia, galantearia, inversão de papéis, mudanças bruscas ou lentas e, amor, têm de tudo as histórias de amor que me contam. Daqui a 100 anos, imagino- as assim, cheias de tudo e cheias de amor.
Nada pára a modernidade, poderemos andar em carros voadores, viver em estações espaciais, informatizar a vida de lés a lés, mas os seres humanos serão sempre seres que sonham e que amam. Em tempos escrevi que o amor é um convite, convida sem planos nem manhas.
Um convite destes não se declina. Nem hoje, nem daqui a 100 anos.
Não achas?


 

QUANDO PARTISTE O MEU SORRISO FOI CONTIGO...

NÃO DESEJO ISTO NEM AO MEU PIOR INIMIGO...
NINGUÉM DEVIA SER OBRIGADO A SOFRER POR AMOR...
ENSINASTE-ME TUDO...
TENHO SAUDADES TUAS...
NÃO SEI VIVER SEM TI...
sinto-me: TRISTE
música: SOMETIMES A LITTLE SOMETIME - SQUEZZE THIS PLEASE

publicado por miguel_sousa às 12:37
link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Novembro de 2008

Aprendendo...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

 

 

 

Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. Aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
E começas a aprender que beijos não são contratos, presentes não são promessas.
E não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se leva anos a construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que podes fazer coisas num instante, das quais te arrependerás para o resto da vida.
Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tu tens na vida, mas quem tens na vida. Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida, são tiradas de ti muito depressa; por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vemos.
Aprendes que paciência requer muita prática. Aprendes que quando estás com raiva tens o direito a estar com raiva, mas isso não dá o direito de seres cruel. Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Algumas vezes, tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, tu serás, em algum momento, condenado.
Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que o consertes.
E, finalmente, aprendes que o tempo, não é algo que volta para trás.
PORTANTO, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores. E percebes que realmente podes suportar... E que realmente a vida tem valor, e que tu tens valor diante da Vida!
E só nos faz perder o bem que poderíamos conquistar, o medo de tentar!
É facil passar tudo para o papel, o difícil é fazer...
E o pior é que eu tenho medo... tenho medo que me esqueças... tenho medo que esqueças tudo o que foi bom...

Amo@te muito

sinto-me: tristonho...
música: My Angel Gabriel - Lamb

publicado por miguel_sousa às 11:37
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

Seríamos apenas...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Existem dentro de nós

Outros nós

Que nos questionam

Nos inquietam

Nos fazem ter medo

Dos medos que devemos ter.

 

Se fôssemos apenas um

Se na temêssemos nada

Não tivessemos medo algum

Seríamos seres insensíveis

Sem alma

Sem emoções

Seríamos apenas...

Pedaços de nada

Despidos de sensações.

 

 

Esta música reflete em tudo o meu estado de espírito...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: triste...
música: Lost without you - robin thicke

publicado por miguel_sousa às 15:37
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Julho de 2008

A fúria das palavras...

 

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

Letras soltas em busca de um abrigo,
formando palavras, pensamentos
ousando um sentido…
não são promessas, tão-pouco memórias,
apenas histórias e pouco mais…
Quem nos defende da fúria das palavras?
Ora nos mimam e engrandecem,
ora nos atacam e nos privam de um sentido,

ora nos desprezam e nos faltam
com a imponência de quem sabe
que nem a sua ausência põe
em questão a sua importância…
Sussurradas, gritadas, soletradas ou declamadas
quem nos defende da fúria das palavras?
Quem em sua plena sanidade
jura encontrar-lhes um sentido
que gere um só entendimento,
que expresse um inquestionável pensamento
que a luz da discórdia não turve,
e a razão não negue quando tudo o resto partir?
Subjugadas a um qualquer raciocínio,
desconexas, abandonadas ao seu próprio destino
desdobradas, abreviadas, anacrónicas
quando descrevem o que ousamos esquecer,
inconvenientes quando vêm sem avisar,
mágicas se nos fazem sonhar,
sagradas se quisermos acreditar,
mas sempre levianas se descrevem sentimentos,
marionetas desobedientes do pensamento,
levando a lógica ao seu fatal destino,
prendam-nas, soltem-nas, dêem-lhe asas,
ou simplesmente ensinem-lhes o caminho
Quem nos defende da fúria das palavras?
 

sinto-me: aborrecido coma vida...

publicado por miguel_sousa às 19:15
link do post | comentar | favorito

Música do dia

 

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

sinto-me: com vontade de beber uns copos

publicado por miguel_sousa às 19:03
link do post | comentar | favorito

Videoclip do Dia

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: Murchinho...

publicado por miguel_sousa às 18:53
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Junho de 2008

Videoclip do dia

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: murchinho...
música: Gabriella Cilmi - Sweet About Me

publicado por miguel_sousa às 17:09
link do post | comentar | favorito

Música do Dia

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: cansado...
música: Duffy - Mercy

publicado por miguel_sousa às 16:43
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Videoclip do dia

 

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...

publicado por miguel_sousa às 22:07
link do post | comentar | favorito

Música do dia

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: triste...

publicado por miguel_sousa às 22:05
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Junho de 2008

Videoclip do Dia

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

sinto-me: nostálgico...
música: Sade - Cherish the Day
tags:

publicado por miguel_sousa às 15:50
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

Música do dia

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

No dia em que estreia o novo disco dos ColdPlay aqui fica um dos seus temas mais conhecidos.

sinto-me: desligado de tudo...

publicado por miguel_sousa às 08:01
link do post | comentar | favorito

Videoclip do dia

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

A banda britânica Coldplay alcançou neste domingo (15) o topo da lista britânica de discos mais vendidos da semana. O mais recente trabalho do grupo,"Viva la vida or death and all his friends", chega hoje às lojas em Portugal.

O grupo liderado por Chris Martin vendeu desde então 302 mil cópias de seu último álbum, que, conforme explicou o quarteto, foi gravado sob a influência "das vistas, sons e sabores da América Latina e da Espanha".

Os Coldplay tiraram do primeiro lugar Paul Weller, que cai para quarto, atrás do veterano Neil Diamond e de Duffy, a grande revelação do pop britânico de 2008 com seu álbum de estreia, "Rockferry".

Ainda resta ver se "Viva la vida or Death and all his friends", o quarto disco de estúdio do grupo, superará o sucesso dos discos anteriores, como "A Rush of Blood to the Head" (2002) e "X&Y" (2005), dos quais foram vendidos 12 e 10 milhões de cópias no mundo todo, respectivamente.

Por enquanto, apesar da rapidez com que começou a ser vendido, "Viva la vida or Death and all his friends" não conseguiu superar a marca de "X&Y", que teve 464 mil cópias vendidas em sua primeira semana, segundo a companhia oficial de listas de sucessos.

No entanto, a marca de quantidades de discos vendidos no Reino Unido na primeira semana não pertence aos Coldplay, e sim aos Oasis: 663 mil cópias de "Be here now" (1997).

 

 

sinto-me: cansado...
música: ColdPlay - Violet Hill

publicado por miguel_sousa às 07:58
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Junho de 2008

Foi assim...sonhei contigo

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Na madrugada…
O meu corpo envolto
No torpor do sono
Estremece…
Sonho contigo
Nesse torpor, nesse sonho
Estás linda!
Corres para mim
Com um radiante,
E cintilante sorriso
A poucos metros…paraste
Olhaste para mim, e sorriste
Tranquilamente…
Aproximas-te, e beijas-me
Longamente…
Nossas mãos se entrelaçam
Nossos corpos se roçam
Indefinidamente…
Na madrugada…
Foi assim… sonhei contigo

sinto-me: desiludido com a vida...
música: Notti senza cuore - Gianna Nannini

publicado por miguel_sousa às 04:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quero...Quero...Quero-te...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Mergulho nos teus olhos
E perco-me na profundidade
Do desejo.
 

Quero mais do que o beijo
Prometido e esquecido
No templo do tempo.

Quero voltar ao começo
Da nossa era
E sentir-te Fogo
Idolatrado
Que agora esqueço.

Quero que me queiras
Sem limites
E sem fronteiras
Sem tempo
E com todo
O tempo
Porque eu
Quero-te
Sem hora
E agora! 
 

sinto-me: sozinho...triste...
música: Gianna Nannini - Amandoti! (è la vita la mia)

publicado por miguel_sousa às 04:06
link do post | comentar | favorito

O que os teus olhos escondem...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Os teus olhos escondem sonhos,
quantos não sei, não contei...
Estavam escondidos.
Olhei-te fixamente,
conheci-te a alma,
reconheci-te em mim.
Tornei a olhar para não me enganar,
deste-me muito de ti...

Os teus olhos são portas abertas
para um mundo encantador,
tenho receio de entrar,
a dor de ter de sair é grande...
Queria ir, rumo ao incerto,
mas tenho medo de ter de sair
antes de me aconchegar um pouco...

Sempre essa fugacidade nos momentos,
sempre a velocidade desmesurada dos gestos.
Permanecer! Eu queria tanto!
Permanecer a um canto desse mundo encantador
que nos olhos se esconde e se reflecte nos sonhos
que não consegui contar...

sinto-me: sem vontade para nada...
música: Gianna Nannini - Suicidio d'amore

publicado por miguel_sousa às 03:33
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

Solitário...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Solitário…
Com tanta gente à minha volta,
Cada um com seu par.
Não há ninguém mais à solta,
Que me queira amar.
A ti eu peço,
Acaba com este desgosto,
Aquele amor que já não esqueço,
Nem aquele, nem o outro,
Nem nenhum que meu tenha sido.
Sinto-me a ficar velho,
Não sei o que tem acontecido,
Procuro ver-me no espelho,
Não consigo.
Escorrem-me as lágrimas pela face,
Lágrimas que não consigo secar,
Serpenteia o sangue nas minhas veias,
Sangue que só pode parar
No último dia
Em que deixar de te amar.
Continuo a não encontrar ninguém,
Estou como sou,
Solitário…
Com tanta gente à minha volta
E cada um com seu par…
E eu,
A amar… tão só.
 

sinto-me: muito em baixo...
música: gianna nannini - meravigliosa creatura

publicado por miguel_sousa às 17:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sinto-me perdido no tempo...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Sinto-me perdido
no tempo…
Num tempo
que já não é meu.
No tempo
de amar,
de sentir,
de desejar,
de querer…
Sinto-me perdido
no tempo…
Num tempo
que já passou,
que a juventude
levou…
Sinto-me perdido
no tempo…
Quando te procuro
num espaço,
que não é meu
por já ter deixado
passar o tempo…
De olhar o céu…
 

sinto-me: adoentado...
música: always - bon jovi

publicado por miguel_sousa às 17:25
link do post | comentar | favorito

Caminho perdido...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Desenho a saudade
Na areia da minha pele...

Sonho a presença
Na distância dos teus olhos,
No inesperado da tua desconsideração!

Corro as palmas das tuas mãos
Pelas carícias que me fugiram...
Enlaço-te os lábios
Pelas palavras que não me dizem...
Irradio luz negra
Pela paixão que me não cessa...
Deslizo no destino
Pelo caminho perdido!...

sinto-me: com uma grande dôr nos ombros
música: Bon Jovi - Living on a Prayer

publicado por miguel_sousa às 17:20
link do post | comentar | favorito

À minha espera...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Aí, em algum lugar…
Penso em ti meu amor
Meu coração pulsa, bate forte
Com medo de te perder
Na esperança de te encontrar
Percorro em silêncio,
As margens do tempo
Descanso á sombra, neste oásis
Que me refresca
Deste calor que sinto
Desta ânsia que tenho...
De ti
Suspiro meu amor
A toda a hora, a todo o momento
Aí, em algum lugar…
Estarás à minha espera
Para me beijares
Para me abraçares
Quando...não sei!
Mas estarás ai, em algum lugar…
À minha espera
 

sinto-me: em baixo...
música: Where is the Love? by the Black Eyed Peas

publicado por miguel_sousa às 17:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

Em silêncio...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Muitas vezes
Contemos as lágrimas que nos doem
Que nos ferem
Contemos prantos sufocados
Com o nó na garganta.
Gritamos em silêncio
Para não acordarmos a dor
Que dorme
Silenciosamente...
Dentro de nós
 

sinto-me: Apaixonado...
música: Joss Stone - Torn & Tattered

publicado por miguel_sousa às 19:46
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

 

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Música do dia

. Música do dia

. Música do dia

. Música do dia

. Música do dia

. Uma música em que a letra...

. Música do dia

. Quem sabe um dia...

. Na busca do amor...

. Uma nova ilusão...

. Sonhei com um amor verdad...

. Sinto-me só...

. A minha poesia é tua...

. Música do dia

. Música do dia

. Música do dia

. Música do dia

. Música do dia

. Música do dia

. Deixe brilhar a Alma

.arquivos

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Para ti avô

. Acto de Fé...

. 12 Palavras por ti...

. Silêncio e tanta gente...

. Mais uma descrição do Amo...

. O Amor em 4 etapas...

.subscrever feeds